18.7.11

"As pessoas deviam fazer seguros de vida para não confundi-lo com amor. Porque amor é justamente isso, é ficar inseguro, é ter aquele medo de perder a pessoa todo dia, é ter medo de se perder todo dia. É você se ver mergulhado, enredado, em algo que você não tem mais controle. Mas aí o que fazemos? Amamos com limite para não sofrer. Mas eu prefiro muito mais quem se ilude a quem é cético; precisamos desta ilusão que é justamente aceitar o risco que estamos correndo."


/Fabrício Carpinejar*

4 comentários:

Mariana Penna disse...

nada mais gostoso do que as descobertas e medos de comecinho de namoros!!

Bjusss!!!

Priscilla disse...

Sempre lindo aqui!
Beijos minha amiga!

Joéliton dos Santos disse...

Olá!!!
Como está? Espero que bem!
Gostei da postagem, viu! Voltarei mais vezes com calma para conferir tudo!

Grande abraÇoOooO!!!!

different_EU disse...

Bem a alguns anos aceitei esse risco na minha vida e ele nunca mais saiu rsrs e a melhor forma de se arriscar(amando);*