20.10.11

Me encontrei em mim.

"Esqueci a tal exatidão. Dar nome aos bois, colocar os pingos nos “is”, bater de frente. Tirei férias disso tudo. Se algum desaforo bater à minha porta, não atendo. Canto ciranda, enfeito minhas tranças, converso com a esperança. Perdi minha mala carregada de ressentimentos na estrada do sossego. Mudei a rota, arranquei as portas que aprisionavam meu sorriso. Me perdi do tempo. Me encontrei em mim."

5 comentários:

CUCA BOA disse...

se encontra é muito bom...
as vezes nossa cia e a melhor
do mundo...sinto falata de mima as vezes..

(nate)

Talita disse...

Como é gostoso ler as poesias da Rê, sempre delicadas mais cheias de verdades.

Beijos, linda quinta feira!!!
tatapalavrasaovento.blogspot.com

lucass repetto disse...

Riscando por ai, seguimos a passo de querer deixar bons e lindos rastros!

Gonçalo disse...

muito muito bonito *_*

Katrynna Chacon disse...

Gostei tanto, que vou até colocar em meu blog. (: